Durante o mês de Agosto as encomendas recebidas só serão expedidas após o dia 19.

Colecção Sanguínea

A colecção sanguínea das Edições do Saguão publica livros em português ou em inglês de história e teoria da arte que contribuem para a crítica e a redefinição do campo da história da arte.

Inaugura com The Disappointed Writer de Foteini Vlachou (1975-2017), historiadora da arte grega radicada em Portugal, que escreveu maioritariamente em inglês. Este livro reúne um conjunto de textos organizados pela autora, que incluem novas perspectivas sobre arte portuguesa dos séculos XVIII e XIX, abordando e entrecruzando as relações entre arte e poder, arte e propaganda, bem como arte produzida em condições periféricas. Esse trabalho, no qual se conjugam um rigoroso trabalho empírico e uma profunda reflexão teórica sobre historiografia, levou-a a desenvolver um último ensaio em que periferia é proposto como conceito-chave operativo para novas narrativas em história da arte. O livro inclui ainda textos que exemplificam o seu interesse pela cultura visual cinematográfica, à qual associou também as suas preocupações em história da arte.

colecção sanguínea

The sanguínea collection (sanguine) from Saguão Editions publishes books in English or Portuguese on art history and art theory that contribute to the redefining of the discipline of history of art and also to its self-criticism.

The first book in this collection is by the Greek art historian established in Portugal Foteini Vlachou (1975-2017), who wrote mainly in English. The Disappointed Writer was the title chosen by the author for a collection of essays she organised, which includes new perspectives on Portuguese art history from the Eighteenth- and Nineteenth-centuries, discussing the relationships between art and power, art and propaganda, as well as art produced in peripheral conditions. This work, in which we can always find theoretical thought associated to rigorous empirical study, led her to develop one last essay in which she proposes the concept of the periphery as an operative key-term to new narratives in art history. The book also includes articles on cinema, examples of her long-lasting passion for visual film culture, to which she also related her work in art history.

×