Portes grátis para encomendas em território nacional enviadas em correio editorial

Blog

ZOMBO de Alberto Pimenta por Hugo Pinto Santos, no Suplemento Ípsilon (21/06/2019)

Escrito em 21 de Jun. de 2019

Já Quintiliano notava que há palavras, não só acções, que provocam o riso — ou funcionam como instrumentos de um derrisão mais ampla. Poderíamos dizer que o título do mais recente livro de Alberto Pimenta (AP) encarna esse princípio. O verbo “zombar”, nele utilizado, produz uma sonoridade que, a um tempo, provoca estranheza, sugere riso e motiva um alerta. Circunstâncias que a capa de Zombo exploram. Os tipos usados e um efeito de espelhamento e inversão permitem, rodando o livro num ângulo de 180 graus, ler o título sem quase o desfigurar. Qualquer coisa que nos deve, desde logo, deixar em estado de alerta ... Ler mais

Um caminho curto para um poema grande, Maria Irene Ramalho sobre Alberto Pimenta e o livro Pensar depois No caminho no Jornal de Letras

Escrito em 08 de Mai. de 2019

“Ezra Pound definia a epopeia como poesia que contém história. Leio este longo poema (211 páginas) como uma epopeia crítico-paródica da consciência do Ocidente. […] Pensar depois No caminho contém, todavia, muito mais do que história, de ontem e de hoje. A religião, a cultura, a literatura, a civilização, os mitos e a tradição – e a economia financeira – nada escapa ao imaginar satírico de Pimenta. […] A poesia é o mais difícil, rigoroso, obstinado e desobediente uso da língua, o uso da língua que mais põe a língua em causa, que mais põe em causa a eficácia da ... Ler mais

Art in the Periphery International Conference – Hommage to Foteini Vlachou

Escrito em 13 de Mar. de 2019

ART IN THE PERIPHERY | INTERNATIONAL CONFERENCE 14 – 16 March 2019, Lisbon About the Conference:Paying hommage to the work of Foteini Vlachou (1975-2017), this conference aims to discuss the concept of periphery while focusing on the geographic and thematic areas that have been neglected by traditional and/or canonical art history. It seeks to push the discussion towards the understanding of the periphery as plural, historical and changeable, focusing on the non-linearity of cultural processes and historical time, and the non-universality of the artistic canons. Keynote speakers:– Béatrice Joyeux-Prunel– Terry Smith 16 MARCH, 18:15ROUND TABLE: Presentation and discussion of Foteini Vlachou’s ... Ler mais
×