To our foreign visitors: Our site is in Portuguese. If you have any difficulty ordering, please contact us and we will help in everything we can.

Blog

ZOMBO de Alberto Pimenta por Hugo Pinto Santos, no Suplemento Ípsilon (21/06/2019)

Escrito em 21 de Jun. de 2019

Já Quintiliano notava que há palavras, não só acções, que provocam o riso — ou funcionam como instrumentos de um derrisão mais ampla. Poderíamos dizer que o título do mais recente livro de Alberto Pimenta (AP) encarna esse princípio. O verbo “zombar”, nele utilizado, produz uma sonoridade que, a um tempo, provoca estranheza, sugere riso e motiva um alerta. Circunstâncias que a capa de Zombo exploram. Os tipos usados e um efeito de espelhamento e inversão permitem, rodando o livro num ângulo de 180 graus, ler o título sem quase o desfigurar. Qualquer coisa que nos deve, desde logo, deixar em estado de alerta ... Ler mais

Um caminho curto para um poema grande, Maria Irene Ramalho sobre Alberto Pimenta e o livro Pensar depois No caminho no Jornal de Letras

Escrito em 08 de Mai. de 2019

“Ezra Pound definia a epopeia como poesia que contém história. Leio este longo poema (211 páginas) como uma epopeia crítico-paródica da consciência do Ocidente. […] Pensar depois No caminho contém, todavia, muito mais do que história, de ontem e de hoje. A religião, a cultura, a literatura, a civilização, os mitos e a tradição – e a economia financeira – nada escapa ao imaginar satírico de Pimenta. […] A poesia é o mais difícil, rigoroso, obstinado e desobediente uso da língua, o uso da língua que mais põe a língua em causa, que mais põe em causa a eficácia da ... Ler mais

Art in the Periphery International Conference – Hommage to Foteini Vlachou

Escrito em 13 de Mar. de 2019

ART IN THE PERIPHERY | INTERNATIONAL CONFERENCE 14 – 16 March 2019, Lisbon About the Conference:Paying hommage to the work of Foteini Vlachou (1975-2017), this conference aims to discuss the concept of periphery while focusing on the geographic and thematic areas that have been neglected by traditional and/or canonical art history. It seeks to push the discussion towards the understanding of the periphery as plural, historical and changeable, focusing on the non-linearity of cultural processes and historical time, and the non-universality of the artistic canons. Keynote speakers:– Béatrice Joyeux-Prunel– Terry Smith 16 MARCH, 18:15ROUND TABLE: Presentation and discussion of Foteini Vlachou’s ... Ler mais
×